Tag Archive | aumento de peso

Metabolismo lento??

metabolismo lentoSemana Metabólica do Endocrinologia em dia

Esta semana aqui do endocrinologia em dia vai ser dedicada ao metabolismo: existe jeito de acelerar? O que o futuro nos reserva? Dormir mais ou menos para emagrecer? Tudo isso e muito mais na semana metabólica do Endocrinologia em dia.

Estresse e comidas com alto teor de gordura podem lentificar seu metabolismo: a gente já desconfiava…

Loucos por novidades, encontramos um estudo científico de 2014, que combina duas informações importantes sobre o metabolismo. Nele, as mulheres estudadas que apresentaram um evento de estresse no dia anterior ao se alimentarem com comidas de alto teor de gordura, no dia seguinte apresentaram lentificação no seu metabolismo. Como foi isso? As mulheres da pesquisa que responderam terem passado estresse queimaram 104 kcal a menos comparadas com as que não se estressaram, tento ingerido o alimentos com alto teor de gordura.

Sabemos que as pessoas com maiores níveis de estresse, tem maiores níveis de insulina, o que contribui para um maior estoque de gordura no organismo e menor queima calórica. O que foi sugerido nesta pesquisa é que existe uma ligação direta entre um evento de estresse e a queda do metabolismo, como se fosse uma defesa. 

Claro que mais estudos são necessários para confirmar definitivamente esta hipótese, mas o que nos chama a atenção cada vez mais é a necessidade do equilíbrio emocional para o equilíbrio do nosso organismo. Afinal, trabalhamos como um conjunto não é mesmo?

fonte: (biol psychiatry. 2015 apr 1;77(7):653-60. doi: 10.1016/j.biopsych.2014.05.018. epub 2014 jul 14. Daily stressors, past depression, and metabolic responses to high-fat meals: a novel path to obesity.)
#EndocrinologiaEmDia #Saúde#SemanaDoMetabolismo

Você sabe o que é FALSA MAGRA??

falsa magraSe você assistiu ao filme Comer, Rezar e Amar, vai lembrar da cena – quando o personagem de Javier Bardem chama Elizabeth, protagonizada pela Julia Roberts, de falsa magra.

Falsa magra ou falso magro é aquela pessoa que aparentemente tem um peso normal ou baixo, mas que na verdade, tem um percentual de gordura acima do desejado.

A porcentagem de gordura saudável vai variar de idade para idade, e inclui a gordura essencial e uma pequena quantidade de gordura de estoque. Assim como para altura e peso, existem tabelas de referência para os valores do percentual de gordura corporal. Nos homens jovens valores entre 15 a 20% são considerados desejáveis. Já entre as mulheres jovens, entre 20 a 25% em média.

Nos falso-magros, ocorre uma desproporção na composição corporal, que pode acarretar alguns riscos à saúde… vamos ver?

1) O primeiro deles é o ciclo vicioso gordura gera gordura. Quando mais gordura, menos músculo. E se temos menos músculo, menor a taxa metabólica basal e com isso maiores são as chances de acumularmos calorias, mesmo comendo pouco. É o chamado “metabolismo lento”.

2) Gordura de mais… ossos de menos… Até um tempo atrás pensava-se que quanto mais pesada a pessoa, melhores seriam seus ossos. Hoje sabe-se que quanto mais gordura corporal uma pessoa tem, seus ossos podem ser prejudicados devido ao mau uso de vitamina D no organismo.

3) À medida que envelhecemos, tendemos naturalmente a perder tecido muscular e a acumular tecido gorduroso. A partir dos 20 anos, a perda é de cerca de 2% da taxa metabólica por década, devido à perda muscular. Ter uma composição corporal já com mais gordura aos 20/30 anos, coloca você em grande desvantagem para o envelhecimento saudável.

4) Quanto menor sua quantidade de músculo, maior o risco de desenvolver Diabetes tipo 2, por exemplo, ainda mais se ao longo dos anos a pessoa vai ganhando peso progressivamente. Os músculos são grandes responsáveis por manter o equilíbrio da glicose sem necessitar de insulina.

O ponto é: reduzir a gordura estocada, pois é ela que irá causar os maiores riscos à saúde mas sem ao extremo de afetar o funcionamento do corpo. E de outro lado, aumentar a massa de músculos. Infelizmente não existe fórmula mágica, a redução da gordura estocada vai acontecer com a melhora dos hábitos alimentares, restringindo o consumo de gorduras ruins (gorduras saturadas) aliando a isso a prática de exercícios físicos de forma regular. Mãos à obra e vamos começar!

Você sabe o que é Hipotireoidismo Subclínico???

tireóide subO Hipotireoidismo subclínico acontece quando a tireoide começa a dar sinais de lentidão no seu funcionamento. O diagnóstico é feito através dos exames de sangue, quando o hormônio TSH- que é chamado de tireoestimulante – e que comanda a tireoide, vem acima do normal. 

No entanto, os hormônios T4 e T3, que são produzidos pela tireoide ainda estão normais. Não necessariamente é uma condição que vai precisar ser tratada, mas a pessoa com hipotireoidismo subclinico deverá ser acompanhada para saber se irá desenvolver o hipotireoidismo.

No entanto, em algumas condições o médico que acompanha o paciente pode decidir sobre começar o tratamento antes de alterações no T4 e T3 acontecerem, como por exemplo, se for detectada uma doença na imunidade na tireoide, ou uma alteração de colesterol no sangue ou ainda durante a gestação. Mais uma vez, o que vale é ficarmos atentos à nossa saúde sempre!